Compare Listings

Reajustar aluguel pelo IGP-M ou IPCA?

  • sexta, 20/Ago/2021
  • Blog
  • 0

Administradores de imóveis substituem o índice nos contratos de aluguéis em 2021 para reduzir o impacto da pandemia no mercado imobiliário


 

A disparada do IGP-M √© explicada pela forte correla√ß√£o dele com o c√Ęmbio e a desvaloriza√ß√£o do real diante do d√≥lar/ Foto: Getty Images

Depois da disparada do √ćndice Geral de Pre√ßos ‚Äď Mercado (IGP-M) em 2020, administradores de im√≥veis negociam mudar o √≠ndice que reajusta os contratos de alugu√©is residenciais e comerciais firmados entre propriet√°rios e inquilinos em 2021.¬†

O IGP-M, √≠ndice inflacion√°rio que usualmente corrige o valor dos contratos de alguel, deve ser substitu√≠do pelo √ćndice Nacional de Pre√ßos ao Consumidor Amplo (IPCA). O objetivo √© reduzir o impacto sobre os¬†reajustes, uma vez que o IGP-M acumula alta muito acima da m√©dia: fechou 2020 acima dos 20% enquanto o IPCA registrou apenas 4,5%.

A disparada do indicador √© explicada pela forte correla√ß√£o dele com o c√Ęmbio e a desvaloriza√ß√£o do real diante do d√≥lar. Agora, ele se tornou um problema para quem busca manter o inquilino no im√≥vel. Nesse cen√°rio, surgiram at√© iniciativas de outras imobili√°rias e advogados para que o IGP-M seja abandonado de vez como fator de corre√ß√£o dos contratos.

‚ÄúA emerg√™ncia imobili√°ria que se coloca √© a manuten√ß√£o dos¬†contratos de aluguel, atendendo √†s necessidades de locadores e locat√°rios, j√° muito afetados pela pandemia de Covid-19 e evitando a desocupa√ß√£o dos im√≥veis‚ÄĚ, afirma a advogada Moira de Toledo Bossolani, Head do Jur√≠dico da Lello Im√≥veis.

Ela explica que para os contratos anteriores a 2021, a melhor forma é a negociação entre as partes, uma vez que a demanda do mercado de locação está baixa e é possível encontrar novos imóveis com preços inferiores aos vigentes em contratos. E isso favorece o inquilino na negociação com o atual proprietário.

Como negociar?

Bossolani conta que assim que a administradora percebeu que o IGP-M muito acima da m√©dia poderia impactar negativamente os contratos, antecipou e organizou, desde outubro de 2020, uma for√ßa-tarefa intermediando as negocia√ß√Ķes entre locadores e locat√°rios. Como resultado, conseguiu segurar a alta prevista pelo √≠ndice em 60% dos contratos, com manuten√ß√£o dos valores dos alugu√©is ou concess√£o de abonos.

Aos proprietários, relata a advogada, foram apresentadas as seguintes alternativas para seguir a negociação: não reajustar, aplicar o IPCA em vez do IGP-M ou determinar o percentual de reajuste. No mercado, por enquanto, não houve adesão generalizada, mas o Sindicato da Habitação, Secovi, sugere que agora a melhor alternativa é negociar e recomenda a adoção de uma mescla de indicadores.

‚ÄúCom di√°logo e bom senso, o setor imobili√°rio vem demonstrando grande sensibilidade, refor√ßando seu papel de concilia√ß√£o para atender √†s necessidades de propriet√°rios e inquilinos em favor da loca√ß√£o‚ÄĚ, conclui Bossolani.

 

 

fonte: https://imoveis.estadao.com.br/aluguel/reajustar-aluguel-pelo-igp-m-ou-ipca/



J√ī Souza
Ol√°, como posso ajudar? Chame no Whats